segunda-feira, 21 de junho de 2010

Cure sua Vida - Louise Hay

Quero lhe expor um dos motivos que me fazem saber que as doenças podem ser vencidas com a simples troca de padrões mentais.
Anos atrás recebi um diagnóstico de câncer vaginal. Devido ao meu passado, que inclui um estupro aos cinco anos de idade e uma infância cheia de maus-tratos, não foi surpresa eu manifestar a terrível doença nessa parte do corpo. Como já era instrutora de cura mental há vários anos, tomei consciência de que me estava sendo dada a oportunidade de praticar e provar a verdade dos meus ensinamentos.
Como qualquer um que fica sabendo que está com câncer, de início entrei em pânico absoluto, mas logo ele foi substituído pela convicção de que o processo de cura mental funcionava. Consciente de que o câncer é provocado por um profundo ressentimento, guardado por um longo tempo até ele praticamente começar a comer o corpo, eu soube que teria muito trabalho mental à minha frente. Percebi que, se me submetesse a uma operação para me livrar da doença sem eliminar o padrão mental que a estava causando, o câncer voltaria. Quando esta ou qualquer outra doença reaparece, não é porque os médicos não "tiraram tudo", mas sim porque o paciente não modificou seu modo de pensar e continua recriando o mesmo mal. Também sabia que, se fosse capaz de eliminar por completo o modelo mental que criara a condição chamada "câncer", eu nem precisaria de ajuda profissional. Portanto, barganhei por mais tempo. Meu médico, a contragosto, me concedeu três meses, deixando bem claro que eu estava pondo a vida em perigo pela demora.
Imediatamente comecei a trabalhar com meu instrutor para eliminar velhos padrões de ressentimento. Até aquela época eu desconhecia que guardava dentro de mim um profundo rancor. Como somos cegos aos nossos modelos mentais! Seria preciso um longo exercício de perdão.
Outra coisa que fiz foi consultar um nutricionista para desintoxicar completamente meu organismo.
Assim, cuidando da limpeza mental e física, em seis meses consegui mostrar aos médicos o que eu já sabia: eu não apresentava mais nenhum tipo de câncer. Ainda guardo o resultado dos primeiros exames, que deram positivo, para me recordar o quanto pude ser negativamente criativa.
Hoje, quando um cliente me procura, por mais terríveis que possam ser seus males, sei que, se ele estiver disposto a fazer o trabalho mental de modificar os velhos padrões e perdoar, praticamente qualquer mal pode ser curado. A palavra "incurável", tão assustadora para muitos, na verdade quer dizer apenas que determinada doença não pode ser curada por métodos "externos" e que precisamos nos interiorizar para efetuar a cura. A "condição" anormal que aparentemente veio do nada voltará para o nada.
(Louise L. Hay)

Há trinta anos, quando Louise Hay observava como as pessoas permitiam que as doenças e circunstâncias dolorosas controlassem suas vidas, ela prometeu a si mesma ajudá-las a ver que a raiz de suas dores brotava de seus próprios pensamentos negativos. Então, ela se sentou e descreveu em um caderninho azul como os nossos padrões e crenças mentais tinham o poder de contribuir para as doenças em nosso corpo. Este caderninho se tornou o livro título deste artigo, foi publicado em 1984, traduzido para 29 línguas e que já vendeu mais de 35 milhões de cópias em todo mundo.
Sua mensagem simples é: "O corpo, como tudo na vida, é um espelho de nossos pensamentos e crenças internos. Cada célula de nosso corpo responde a cada pensamento que pensarmos e cada palavra que pronunciarmos."
Pois bem, transcrevo aqui, conforme apresentado pela Louise, alguns dos problemas femininos, a causa provável e o novo padrão de pensamento a ser trabalhado diariamente, "n" vezes/dia.


Problema

Causa Provável


Novo Padrão de Pensamento

Aborto espontâneo

Medo. Medo do futuro. "Não agora... mais
tarde." Hora errada.

A correta Ação
Divina está sempre acontecendo em minha vida. Eu me aceito como sou, eu
gosto de mim.

Apetite
- Excesso




- Falta

 Medo. Necessidade de proteção. Desconfiança
das próprias emoções.
Medo. Proteção de si mesma. Falta de confiança
na vida.

 Estou
protegida. É seguro sentir. Meus sentimentos são normais e aceitáveis.
Eu me amo e
aprovo meu jeito de ser. Sinto-me protegida. A vida é segura e divertida.

Bexiga e Cistite

Ansiedade. Ligação a velhas idéias. Medo de
abandonar antigos condicionamentos.

Fácil e tranquilamente, eu me desfaço do que é
velho e dou as boas-vindas ao novo. Estou em segurança.

Diabetes

Pesar por coisas que poderiam ter acontecido.
Grande necessidade de exercer controle. Mágoa profunda. Dificuldade de
lidar com a doçura da vida.

Este instante
está cheio de alegria. Eu agora escolho vivenciar a doçura do dia de hoje.

Enxaqueca

Detesta ser dirigido. Resiste ao fluxo da vida.
Medos sexuais. Geralmente aliviada pela menstruação.

Relaxo no fluir
da vida e, numa atitude de tranqüilo conforto, deixo-o prover tudo o que
preciso. A vida me ampara.

Feminino, Síndromes

Negação de si mesma. Rejeição da feminilidade,
da essência feminina.

Alegro-me por
minha feminilidade. Gosto de ser mulher. Gosto do meu corpo.

Insônia

Medo. Não confia no processo da vida. Culpa.

Tranquilamente
desligo-me do dia e entrego-me a um sono sereno sabendo que o amanhã
seguirá seu rumo natural.

Intestinos

Assimilação. Absorção. Fácil eliminação.

Eu assimilo e
absorvo tudo o que preciso saber e liberto-me do passado com alegria.

Distúrbios da Menstruação

Rejeição da feminilidade. Culpa, medo. Crê que
os órgãos genitais são sujos ou pecaminosos.

Aceito meu poder
feminino e todas as minhas reações corporais porque são normais e
naturais. Gosto de mim e de ser quem sou.

Obesidade

Medo, necessidade de proteção. Fuga dos
sentimentos. Insegurança. Auto-rejeição.

Estou em paz com
meus próprios sentimentos. Estou segura em meu lugar: meu corpo. Crio
minha própria segurança. Eu me amo e gosto do meu jeito de ser.

Ovários

Representam os pontos da criatividade.

Minha
criatividade flui facilmente.

Útero

Representa a MORADA da criatividade.

Sinto-me perfeitamente à vontade com meu corpo
de fêmea.

Vulva

Representa a vulnerabilidade.

É seguro ser vulnerável.

Retenção de líquidos

O que estou com medo de perder?

Eu me desprendo das coisas.

Rigidez muscular

Pensamentos rígidos, controles.

É bom ser flexível em relação às idéias. É bom
ser leve.

Sangue


- Anemia
- Coágulos

Falta de alegria. Falta de circulação de
idéias.
Hesitação. Falta de alegria. Medo da vida. Não
se sente boa o bastante. Alienação.
Não se permite ter alegria

 Novas idéias, cheias de alegria, fluem
livremente pelo meu corpo.
É seguro encontrar alegria em tudo na vida. Amo
viver. Estar aqui na Terra.
Desperto nova vida dentro de mim. É
extremamente fácil para mim fluir com ela.

Seios

Representam a maternidade e o alimento físico e
espiritual.

Dou e recebo alimentos de maneira equilibrada.

Tireóide
- Hipo
- Hiper

 Vontade de desistir de tudo. Sente-se
irremediavelmente sufocada.
Raiva por ter sido deixada de lado.

 Vou começar uma
vida nova, com novos ideais. Uma vida que me satisfaça plenamente.

Eu sou o centro
de minha vida. Estou satisfeita comigo e com tudo que vejo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails