segunda-feira, 26 de julho de 2010

Ser Humano e Divino - Yeshua Canalizada por Carol Cooper

Saudações, queridos da Luz. Eu sou Yeshua. É com grande honra e alegria, e, como sempre, com grande, grande amor e também deliberação que saúdo cada um de vocês. Amados, vocês podem ter notado que os desafios que todos vocês estão se defrontando, estão aumentando, não somente em número, mas também em intensidade. Vocês podem se lembrar que há não muito tempo eu falei de um processo de aceleração, e isto é, de fato, o que todos vocês estão atualmente passando. Portanto, é que eu digo a cada um de vocês, nesta noite, que a melhor diretriz em tal situação de aceleração é se entregar. E assim é que o tópico da noite é o da completa entrega ao Eu Divino, como ele é expresso através de cada um de vocês.
Amados, é importante que compreendam isto, principalmente, escolhermos nos concentrar em trazer a sua consciência à presença da Divindade, como ela é expressa através de cada um de vocês, como ela é expressa em seu ambiente e em seu mundo, mas também, preciosos, em seu coração. A razão de nos concentrarmos e nos focarmos tão especificamente em sua Divindade, é porque o objetivo é que compreendam que isto é o que vocês são. Agora nós ouvimos um de vocês mencionar que havia ouvidos presentes na sala antes desta transmissão, e, naturalmente, este é o caso e eu desejo lhes informar que vocês são Divinos. Sim, nós reconhecemos o aspecto humano do Eu. Entretanto, cada um de vocês está aqui para transcender isto. Este é o propósito da vida - transcender aquelas limitações que vocês mencionaram em sua discussão anterior nesta noite. Eu lhes pergunto, qual mais seria o objetivo de virem continuamente ouvir os nossos discursos, como aqueles que percorreram a jornada com vocês, e algumas vezes, antes de vocês? É para que se lembrem que vocês são mais do que estão atualmente vivenciando. Isto não é para que se sintam como se fossem completamente incapazes de uma maior assimilação. A nossa pretensão é encorajar todos vocês a se verem como o maior, o maior ser de luz e de amor - e imaginem a satisfação, se pudermos usar esta palavra, de serem capazes de exprimir esta luz, esta grande, grande luz, em sua vida atual. Algumas vezes é inapropriado falar a palavra "recompensa". Entretanto, as recompensas de ser capaz de fazer isto são imensas - não porque leve a qualquer outra riqueza terrena, mas porque leva à absoluta liberdade e êxtase.

Assim, amados, eu me aventuro a dizer que existência após existência, vocês experienciaram ser um humano. Eu acho que vocês conhecem o condicionamento realmente bem, não é?

(Nós estamos certamente bem condicionados - audiência)

Agora, conhecendo o condicionamento humano, eu lhes pediria que ponderassem se há algo mais que vocês acham que possam aprender disto. Em outras palavras, quanto mais vocês precisam para experienciar ser humano a fim de compreenderem o ser humano? É isto que eu estou lhes perguntando. Ou talvez vocês saibam tudo que poderiam saber sobre o ser humano? Estas são questões que eu lanço a cada um de vocês para que ponderem. Eu não espero respostas instantâneas agora. Mas considerem isto em seus momentos de silêncio, amados, e vejam que, como eu sempre disse, há a escolha a cada momento do seu dia e vocês podem escolher descobrir mais sobre ser humano, pois esta escolha está sempre aberta para todos. Minha questão é quanto há mais para descobrir e somente vocês podem responder isto para si mesmos. E então eu lhes pergunto: Quanto mais vocês acham que há para descobrir sobre a sua Divindade? Quantas vidas ou existências vocês passaram descobrindo a sua Divindade? Eu ouso dizer que muitos de vocês passaram muitas, muitas horas preciosas aprendendo sobre a sua Divindade. Assim vocês têm que reconhecer a sua Divindade. Vocês também têm o conhecimento de ser humano e do condicionamento humano, como foi falado. E agora vocês se encontram em um ponto do conhecimento - conhecimento de que vocês podem se ligar ao que deveriam escolher fazer. Todos vocês têm a habilidade em fazer isto. Todos vocês têm a habilidade de se interiorizarem profundamente. Ninguém é diferente do outro. Sim, pode ser mais fácil para alguns fazer isto mas, como eu mencionei na última vez, a prática é muito benéfica. E assim é que, nesta noite, nós lhes damos os dois lados da mesma moeda - ser humano e ser Divino. E os que estes dois significam para vocês e como eles se relacionam - como eles se fundem e como não se fundem. E o que é que vocês agora, escolhem fazer.

Há muitos aspectos em ser humano, assim é difícil detectar um aspecto particular com o que considerar. Mas se, por exemplo, vocês tivessem a oportunidade de entrar em profunda contemplação e acessassem os seus registros pessoais e se vissem pelo que são e, talvez, quem vocês foram e o que vivenciaram, isto lhes daria uma grande, uma grande sabedoria quanto ao que vocês estão fazendo agora. Em outras palavras, isto teria uma influência na escolha que vocês fazem agora, para si mesmos, neste ponto particular, nesta existência particular. O que eu estou dizendo é que peçam ao Eu Divino, ou aos aspectos superiores do Eu que apresentem informação a vocês, neste ponto agora, que os auxiliem a tomar decisões em sua vida, que lhes sejam benéficas. E aqui eu mencionarei um aspecto de ser humano e este é o vocês podem se dedicar em sua humanidade, se assim o escolherem, ou podem entregar a sua humanidade e aceitar a sua Divindade. Ao entregarem a humanidade, vocês não irão contra a natureza. Vocês não a estão negando. De fato, vocês a estão aceitando totalmente. Vocês estão aceitando esta agora, estão tendo uma experiência humana. E vamos ver como vocês podem contribuir com esta experiência humana, para torná-la uma experiência até mais conveniente para vocês. Como é que vocês podem aumentar a alegria da experiência humana e a seguir como podem aumentar o amor da experiência humana?

Quantos de vocês sentem que conhecem o seu Eu Divino, ao contrário do seu eu Humano? Ou deveria colocá-lo de outro modo - qual deles vocês diriam que conhecem melhor? Podemos passar rapidamente pela sala?

(A maior parte das pessoas disse conhecer melhor o seu eu Humano do que o seu Eu Divino)

Yeshua: Amado L., você mencionou conhecer o seu eu Divino mais do que ao seu eu Humano. Poderia nos dizer por que se sente desta maneira?

L.: Por muito tempo, nesta existência eu não estive presente em meu corpo. Eu não estava totalmente ancorado no plano da Terra. Eu fiz isto nos últimos anos, mas naqueles anos ausentes, havia muito de mim que estava buscando os reinos mais elevados e os reinos espirituais, e a minha Divindade muito mais então. Eu vivia mais nos chacras superiores do que nos chacras inferiores.

Yeshua: Mas você estava consciente de tudo o que o seu Eu Divino é?

L.: Às vezes havia os insights de que era algo maior do que eu - não todo o tempo, entretanto. Mas durante uma grande parte do tempo eu tinha alguns insights sobre a minha divindade - algo diferente.

Yeshua: Você poderia qualificar esta divindade?

L.: Quando eu caí na piscina e estive respirando embaixo da água.

Yeshua: Isto não é uma façanha de um super-homem?

L. : Absolutamente.

Yeshua: É parte da condição humana ou não?

L.: Pensar que não podemos respirar embaixo da água? Sim.

Yeshua: Descreva-me, por favor, as qualidades do seu eu Divino, a essência do seu eu Divino.

L.: Alguém que é muito carinhoso e amoroso, alguém que perdoa e aceita.

Yeshua: Então você diria que as qualidades de sua Divindade são o Amor, o Perdão e a Aceitação?

L.: Sim.

Yeshua: E vamos observar o eu humano. Quais são as qualidades do seu eu humano?

L.: O esforço por esta perfeição, e pela aceitação. Há ainda muito julgamento e crítica, sem ser alegre e sem fazer todas aquelas coisas. É isto que eu estou me esforçando em alcançar - mais amor, mais aceitação incondicional de tudo ao meu redor, ao invés de ter algum condicionamento ou alguma limitação ligado a isto.

Yeshua: Amado, é possível para você entregar o seu eu humano?

L.: Risos - Hummm, eu trabalharei nisto!

Yeshua: Contemple o que isto significa para você. Veja como isto poderia mudar a sua percepção de ser tanto humano, quanto divino. Quando eu falo em entregar-se ao condicionamento humano, é que freqüentemente os indivíduos estão muito conscientes da negatividade associada ao ser humano. E quando se começa a fundir esta qualidade divina do eu com o eu humano, você então se torna o que denominamos para o propósito desta noite, o "super-homem". Todos compreendem isto?

Yeshua: Para aqueles que sentem que conhecem o seu eu humano mais do que conhecem a sua Divindade, quem gostaria de entrar em uma discussão comigo sobre isto?

P.: Eu gostaria.

Yeshua: Por que é que você conhece o seu eu humano mais do que o seu eu Divino?

P.: Yeshua, eu acho que é o condicionamento humano, os julgamentos, as limitações, etc, etc., que colocamos em nós mesmos e isto é tão corriqueiro e tão normal e assim... é assim que é... a visão que nós temos. Para mim, inserir no eu Divino, é dizer que isto é sem limite e que é algo de super-homem. Eu tento e me insiro neste, e tento... e tento aplicar as Leis da Manifestação e as Leis da Atração - algumas vezes isto funciona e em outras vezes, não funciona. Há mais um condicionamento para mim - Eu não consegui lidar muito com o Divino, não consegui um grande insight ou compreensão, ou uma habilidade de me inserir mais neste e é por isto que eu respondi mais humano do que Divino.

Yeshua: Eu levei em consideração o que você disse. Eu quero perguntar aos outros participantes sobre o que eles sentem que conhecem sobre ser humano e por que eles acham que conhecem mais os seus eus humanos do que os seus eus Divinos? Deixem-me colocar assim: Como vocês descreveriam o seu eu humano?

H.: Lutador e desafiador.

Yeshua: Alguém tem algo diferente?

D.: O eu humano é físico, junto com as personalidades.

Yeshua: E como você as percebe, amado?

D.: Muito densas e emotivas e nem sempre positivas;

Yeshua: Todos vocês perceberam algo? Porque eu percebi. Há bem pouca positividade que está sendo expressa em relação a ser humano neste grupo, desta noite. Agora se esta é verdadeiramente a sua crença, e o modo como se vêem como um humano, é alguma surpresa que vocês achem a vida uma luta? Vocês podem compreender isto, amados? Sua percepção em ser humano é carregada de negatividade. Não é assim?

H.: Há obviamente grandes momentos, nos quais vocês sentem que estão realmente no topo disto, que realmente vocês o fizeram e então recuam novamente ao ser semi-consciente sobre a sua vida e caem na armadilha da negatividade.

Yeshua: E é por isto que é tão importante se tornar muito atento e consciente de sua Divindade. Porque este é o estímulo para o eu humano entrar em grande capacitação. Vocês compreendem isto?

Vamos considerar por um momento, como a vida poderá mudar se vocês começarem a perceber o ser humano de um modo completamente diferente de como todos vocês expressaram nesta noite. Sim, vocês mencionaram momentos de alegria dentro da experiência humana e na condição humana, mas a atração fundamental - vocês mencionaram a Lei da Atração - é esta crença da negatividade em torno do ser humano. Isto é extremamente debilitante para todos vocês.

P.: Você quer dizer este sistema de crenças?

Yeshua: Este sistema de crenças. Portanto, é que eu lhes peço, ao entregarem a sua humanidade, por favor, deixem ir a percepção negativa que vocês têm em relação ao ser humano e comecem a contemplar, muito suave e lentamente, algo mais - a alegria de ser humano. Isto requer uma grande mudança em um sistema de crenças muito intenso e debilitante que todos vocês - todos vocês na Terra - tiveram. Se observarem isto, toda a inconsciência coletiva da humanidade se sente assim. E então o que acontece? Esta negatividade é criada. E é aonde a minha lição sobre o amor chega nesta noite. E isto é - como você mencionou, Amado L., antes deste discurso - você mencionou como é importante se amar. Irmão H., você mencionou que esteve contemplando isto. Ainda que seja apenas por um momento ou dois, durante o seu dia. Mas é um sistema de crenças tão inconsciente que nenhum de vocês esteve realmente assim conscientemente atento do que esteve operando sob o aspecto do ser humano. E quando vocês contemplarem mais a sua Divindade - a essência da magnificência da Luz e do Amor que vocês são - ao mesmo tempo que focalizarem em ser um ser humano na alegria, então comecem a fundir estes dois e a vida começará a realizar os seus prodígios. Isto não é muito difícil para vocês fazerem. A razão pela qual eu disse isto, é porque isto foi feito antes. E o que precisa também ser dito é que vocês são Divinos. Vocês são esta Luz. Vocês são este Amor e vocês são eternos. Portanto, não há nenhum período de tempo, verdadeiramente falando, quando se refere a se fundirem com a sua divindade. Parte do problema é que todos vocês colocaram, também novamente, um limite de tempo inconsciente em vocês mesmos e quando vocês chegam à Luz - consciência, onde vocês estão em perpétuo êxtase, o tempo deixa de existir. O tempo não importa. O tempo é uma ilusão. Portanto, sim, atualmente em seu mundo há determinadas circunstâncias que estão ocorrendo e a energia está muito sustentadora para todos vocês se tornarem, o que denominaremos aqui - "iluminados". Compreendendo, também, que a jornada de cada pessoa é única em relação a isto. Entretanto, não se permitam a serem pegos na armadilha do tempo. Pois quando vocês compreendem a sua divindade, vocês compreendem a eternidade e que o tempo não importa. Ele é somente uma concepção humana. E assim é que, também, eu lhes trago nesta noite a idéia de perdoar a sua humanidade, enquanto a estão entregando e a aceitando. Perdoem-na. Tem havido muita mágoa na condição do ser humano. Mas todos vocês podem mudar isto agora e podem decidir se focar no encanto de ser humano. Tudo isto faz sentido a vocês, amados? Eu compreendo que algumas vezes os conceitos que eu apresento, perturbe o equilíbrio a uma determinada extensão, mas o propósito disto é capacitá-los a se expandirem mais, como eu disse, em sua luz, pois vocês conhecem a sua humanidade muito, muito bem. Mas como vocês a conhecem na alegria? Este é um desafio. É um absoluto desafio, porque vocês olham fora de si mesmos e vêem o seu mundo em um estado de colapso. Este estado está refletindo o estado interior que está acontecendo em massa para a maior parte da humanidade. Mas fora do colapso pode vir a fonte de vida alegre em um corpo humano.

Assim, há muito que eu dei para que todos vocês ponderem. Eu pediria também, que vocês continuem com as lições do amor. De fato, tudo isto é uma lição de amor. Ela está lhes ensinando a se amarem e à humanidade. Amar a sua humanidade e amar a sua divindade. Pois, na verdade, vocês são amor e uma vez que reconheçam isto e o poder disto, é maravilhoso.

Minha Presença como sempre está com cada um de vocês. Meu amor se expande a cada dia em e com cada um de vocês, pois eu sou vocês. Eu Sou Yeshua e saúdo cada um de vocês com amor.

Adonai, queridos.

NAMASTÊ... GoddessLight

http://goddesslight.multiply.com/
Tradução: Regina Drumond - reginamadrumond@yahoo.com.br



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails