quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Como tomar as decisões certas?

Na dinâmica das suas relações você está sempre diante de escolhas. Em alguns casos a decisão é simples, porque o melhor caminho é claro. Há outros casos em que uma ou outra opção não faz grande diferença.
No entanto, há ocasiões em que a escolha pode modificar significativamente a sua vida.
É importante que nessas circunstâncias você esteja seguro para tomar a melhor decisão.

Passos:

1) Não procure decidir tudo imediatamente, achando que assim você se sentirá melhor. Quase sempre a ansiedade para sair de uma situação de dúvida nos impede de avaliar as questões com a sua dimensão real e de resolvê-las com eficácia.

2) Estabeleça um prazo para tomar uma decisão e respeite-o. Assim você evita pressas ou adiamentos que podem causar problemas.

3) Não guarde as suas idéias só na mente. Escreva-as para ler com tranqüilidade, como se fossem pensamentos de um terceiro.
Assim você pode ter um distanciamento e ganhar objetividade.

4) Exponha a situação a alguém da sua confiança e peça uma opinião. Esclareça que você está pedindo um conselho e que quer o ponto de vista de alguém de fora, para ampliar as suas opções.

5) Se a sua decisão diz respeito a aspectos específicos de alguma área, recorra a profissionais: advogados, médicos, contadores, professores, psicólogos, conselheiros espirituais. É possível que eles possam acenar com alternativas em que você não tinha pensado.

6) Evite os raciocínios radicais e a autocensura. Não crie situações em que só seja possível trabalhar com duas opções opostas, o que limita a sua visão. Sempre há mais alternativas possíveis e você precisará de flexibilidade e criatividade para encontrá-las.

7) Mantenha-se em contato com as suas emoções e não subestime as suas emoções diante da situação. Lembre-se de que você é uma unidade. A “razão” e o “coração” devem estar de acordo antes de você agir.

8 ) Observe com atenção as pessoas mais próximas e queridas, e analise como a sua decisão as afetará. Sua escolha não será plena se você sentir que as prejudicará de algum modo.

9) Avalie os fatores que estão fora do seu controle ou influência e não se responsabilize por eles. Em toda escolha sempre haverá questões que dependem de decisões de outras pessoas, ou incidentes provocados por terceiros.

Importante:
Enfrente as decisões com uma atitude investigativa e de aprendizado.
Não se cobre ser infalível, nem acredite que não pode nada fazer para dar um novo rumo à sua vida.

Fonte: http://comunidade.bemsimples.com/autoajuda/w/autoajuda/Como-tomar-as-decisoes-certas.aspx



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails