quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Arrependimento Sincero - Paulo Coelho

O monge Chu Lai era agredido por um professor, que não acreditava em nada do que ele dizia. Entretanto, a mulher do professor era seguidora de Chu Lai – e exigiu que seu marido fosse pedir desculpas ao sábio.
Contrariado, mas sem coragem de contrariar a mulher, o homem foi até o templo e murmurou algumas palavras de arrependimento.
- Eu não o perdôo – disse Chu Lai. – Volte ao trabalho.
A mulher ficou horrorizada:
- Meu marido se humilhou, e o senhor – que se diz sábio – não foi generoso!
Respondeu Chu Lai:
- Dentro de minha alma não existe nenhum rancor. Mas, se ele não está arrependido, é melhor reconhecer que tem raiva de mim. Se eu tivesse aceito seu perdão, íamos estar criando uma falsa situação de harmonia – e isto aumentaria ainda mais a raiva de seu marido.

Paulo Coelho



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails