quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Por que choras? - Paulo Coelho

O senhor bateu na porta do amigo beduino, para lhe pedir um favor:

- Quero que me empreste quatro mil dinares porque preciso pagar um débito. É possível?

O amigo pediu que a mulher juntasse tudo o que tinham de valor, mas mesmo assim não era suficiente. Foi necessário sair, solicitar dinheiro dos vizinhos, até que conseguiram a quantia necessária.

Quando o senhor foi embora, a mulher notou que o marido estava chorando.

- Por que está triste? Agora nos endividamos com nossos vizinhos, tem medo de que não sejamos capazes de pagar nosso débito?

- Nada disso. Choro porque é uma pessoa que quero muito, e apesar disso eu não sabia como estava. Só me lembrei dele quando precisou bater em minha porta para pedir dinheiro emprestado.

Paulo Coelho



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails