quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Oração do Progresso - Do livro "A Verdade em Orações - Sutra Sagrada", de Masaharu Taniguchi

Existe no Universo uma sabedoria misteriosa e maravilhosa, e o homem é o ser que aloja dentro de si essa sabedoria maravilhosa. Esta nos impele ininterruptamente, de dentro, a expressar conteúdo cada vez mais elevado.
Quando conseguimos concretizar perfeitamente esse impulso interno de progresso infinito, podemos sentir a alegria e a razão de viver.
Quando a nossa vida não consegue corresponder a essa solicitação interna, sentimos inquietação, tédio ou desânimo e entramos num estado de depressão no qual não encontramos a razão de viver.
No ser humano existem cinco desejos profundos que nascem no âmago da Vida:

Viver, amar, ser amado, ser reconhecido e ser útil.

No desejo de "viver" está incluído o desejo de "progredir". A Vida detesta permanecer sempre no mesmo nível. A vida, quando pára de progredir, não apenas estagna; ela regride. Para vivermos plenamente, precisamos progredir todos os dias. Quando há desenvolvimento e progresso, a Vida sente a alegria de viver.

Por isso, doravante não estagnaremos um dia sequer. Avançaremos sem interrupção, nem que seja apenas um passo por dia, ou na sabedoria, ou no amor, ou no trabalho. Leremos sem falta pelo menos algumas páginas por dia dos livros que contêm a Verdade; amaremos infalivelmente, de alguma forma, as pessoas e os seres vivos. Efetuaremos com amor algum trabalho útil ao próximo.
Renovo hoje esta resolução, e daqui por diante cumpri-la-ei sem abandoná-la jamais. Faço agora esta promessa diante de Deus.
Amo sempre alguém ou alguma coisa. Amo a Deus, amo a Pátria, amo a sociedade, amo a humanidade, amo os colegas de trabalho, amo os meus familiares e amo todas as pessoas que se aproximam de mim. Amo inclusive os que defendem idéias contrárias e procuro iluminá-los.
Estou consciente de que amar não é satisfazer apenas os instintos carnais, mas algo espiritual e mais elevado.
O verdadeiro amor é o sentimento de unidade. É o desejo de alegrar-me com a alegria do próximo, de condoer-me com o sofrimento alheio, de suprimir as tristezas e os sofrimentos de todas as pessoas e de lhes proporcionar alegria. Não é um simples desejo; é a prática desse desejo.
O verdadeiro amor não deve ser como a corneta que soa alto, sendo oca por dentro. Ele deve ser ação para proporcionar alegria e felicidade a maior número de pessoas, eliminando-lhes a tristeza e o sofrimento. Tomo a resolução de praticá-la de hoje em diante. Agradeço a Deus, que me fez conhecer esta Verdade e me permitiu tomar esta decisão, e rogo que me conceda uma grande provisão de força para pôr em prática esta resolução. Ó Deus, rogo-Vos que me concedeis uma grande força!

Do livro "A Verdade em Orações - Sutra Sagrada", de Masaharu Taniguchi.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails