terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Sentir Mais... Pensar Menos... - Rubia A. Dantés

Acordei pensando... o dia foi avançando e eu continuei pensando sobre um monte de coisas... Dormi pensando... e logo cedo, antes mesmo de me dar conta que estava respirando, já comecei a pensar...

- Cansei de tanto pensar!
- Por que você pensa tanto sobre tudo se sempre resolve sentindo?
Nossa... que perda de energia... Constatei, percebendo que minha mente dessa vez estava com a razão.

- Mas logo você que adora pensar está me chamando atenção para isso, respondi para ela.

- Estou cansada de pensar sobre tudo... Entra dia, sai dia e eu trabalho intensivamente só pensando...
- Chega! Quero descanso! Ainda mais que você pensa... pensa... pensa... e, na hora de decidir, sempre escuta o seu coração e não me escuta.

Bom... Confesso que dessa vez tive que dar razão à minha mente... ela me mostrava uma coisa que ainda não tinha me dado conta.
Para que pensar tanto quando o que me guia é o sentir?
Vi que gasto uma energia enorme pensando sobre coisas que resolvo... sentindo com o coração.

- Acho que pensar é um vício difícil de ser curado... falei baixinho.
Encontrar o equilíbrio entre o pensar e o sentir é uma chave a ser buscada...

Aprendemos tanto a pensar sobre as coisas... a pedir que as pessoas pensem sobre os assuntos que, nem percebemos como deixamos meio de lado... ou muito de lado, a nossa intuição.... esquecemos de sentir sobre as coisas...
É no sentir que a nossa Alma encontra espaço entre os pensamentos para nos dar sinais... para nos indicar caminhos.

Quantas vezes para tomar uma decisão ou fazer uma escolha a gente sente sobre aquilo ao invés de pensar sobre?

Sempre sigo o coração e entrego meus caminhos ao Grande Mistério... Mas, com essa chamada da minha mente, entendi que gasto muita energia pensando... e, no final, sempre sigo o coração...

Falo daqueles pensamentos que não levam a lugar nenhum. É claro que os pensamentos que organizam nossos momentos e que sintetizam as situações nos trazem equilíbrio. Mas, os pensamentos que só nos emaranham nos caminhos da razão, que tenta controlar tudo para nos impedir de seguir o coração... esses são uma perda de energia e uma forma de nos prender a padrões antigos e limitantes.

Bom, a partir dessa conversa, passei a sentir mais e a não gastar tanta energia pensando
E olha que para uma geminiana isso não é lá muito fácil...

Mas... quando me calo, sinto uma paz tão profunda e uma calma tão acalentadora que é como encontrar um oásis no meio de um deserto árido.
E quando experimentamos esse silêncio... a gente sempre quer mais.

Que bom se a gente acordasse sentindo mais... passasse o dia sentindo mais... e dormisse sentindo mais...

Precisamos desaprender um pouco do pensar e começar a exercitar o sentir que vem da Alma... É só parar um pouquinho e quando vier aquela chuva de pensamentos... se observar naquele caos... e pular fora dele... mergulhando no profundo que se abre quando o silêncio se faz...

Rubia A. Dantés - rubia.americano@terra.com.br



Um comentário:

  1. É devemos realmente tirar um tempo para que possamos sentir o que ocorre em nossa volta, muitas vezes passamos despercebido por um sentimento tão nobre, que nem damos valor a ele, só depois que o perdemos, percebemos ai já é tarde de mais, porque gastamos o nosso tempo pensando como devo agir, como proceder com tal coisa, e assim sucessivamente. Precisamos tomar a iniciativa se sentir o que ocorre em nossa volta e assim saberemos como sentir-se valorizado pelo que realmente somos.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails