domingo, 20 de fevereiro de 2011

Só Tem Sentido Se EU SOU DE VERDADE! - Conceição Trucom

Não sei como acontece com vocês, mas vira-e-mexe, estou eu me perguntando: o que estou mesmo fazendo aqui na Terra?
Qual a importância, a significância de cada um de nós estarmos aqui na Terra?

Na síntese, são tantas as demandas externas: cuidar dos filhos, das relações, da saúde, do profissional, das contas a pagar e a receber, férias, prazer, ler...
Depois vêm as demandas planetárias, vigiar os pensamentos do mundo, orar pela terra, pensar nos que estão com fome, nas discrepâncias sociais, na nossa responsabilidade por tudo isso...

Cansei e pensei: o que de verdade tenho que fazer aqui na Terra?
Está muito confuso, pesado, não pode ser por aí não...
E aí, uma amiga do grupo de PathWork que faço todas as semanas perguntou, meio que representando em voz alta o pensamento de todo o grupo: O quê de verdade tenho que fazer com esta minha existência? Qual o propósito de Deus?
A resposta para o grupo chegou ao mesmo tempo na minha mente: O propósito de Deus é que cada um tenha o compromisso Divino de ser VERDADEIRO para consigo, sempre. Conquistados todos os espaços pessoais da verdade interna, instala-se um estado de paz e de POSSIBILIDADE de transformação e crescimento.

Somente vivendo dentro da VERDADE podemos perceber nossos eus inferiores, máscaras e sombras para serem transformados e integrados ao nosso Eu Superior.
Ou seja, somente vivendo dentro da VERDADE estaremos verdadeiramente nos integrando com a parte de Deus que habita cada um de nós, nosso Eu Superior.
Que adianta vivermos lutando pela paz, reivindicando justiças, preconizando amores se nada disso existe dentro de cada um de nós.

O grande e simples propósito Divino é que cada um seja totalmente responsável – engajado de corpo e alma – por lutar pela sua Paz interna, pela Justiça ao uso divino dos nossos talentos e virtudes e pela verdadeira prática do AMOR para conosco. Auto-amor, valorização e respeito.
E o sinônimo de tudo isso é: VIVER NA VERDADE.
E um bom exercício para começar esta jornada pode ser este listado abaixo.

Mas lembre-se que todos os itens podem ser entendidos desde o literal até ao mais metafórico:

- Você não tem o que falar – não fale – o silêncio é um grande filtro da verborragia de nossas mentes
- Você não sabe o que fazer – não faça até que saiba
- Você não sabe o que pensar ou decidir – escreva – medite sobre o assunto
- Você não tem o que fazer – leia – fique com você
- Você abriu – feche
- Acendeu – apague
- Ligou – desligue
- Desarrumou – arrume
- Sujou – limpe
- Está usando algo - trate-o com carinho
- Quebrou – conserte
- Não sabe consertar - chame alguém que o faça
- Para usar o que não lhe pertence - peça licença
- Pediu emprestado – devolva
- Não sabe como funciona - não mexa
- É de graça - não desperdice
- Não lhe diz respeito - não se intrometa
- Não sabe fazer melhor - não critique
- Não veio ajudar - não atrapalhe
- Prometeu – cumpra
- Ofendeu - desculpe-se
- Não lhe foi perguntado - não dê palpite
- Falou – Assuma
Podes ter certeza de que já é um excelente começo!

Conceição Trucom é química, cientista, palestrante e escritora sobre temas voltados para alimentação natural, bem-estar e qualidade de vida.
http://www.docelimao.com.br/



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails