quarta-feira, 30 de março de 2011

Você Pode Desenvolver a Sua Intuição - Trecho do Livro "A Magia do Poder Extra-Sensorial", Joseph Murphy

Você respira ar sem esforço; igualmente você deve aprender a deixar que a inteligência que há dentro do seu subconsciente flua através do seu intelecto sem tensão. A sua mente subje­tiva percebe por intuição. Ela não precisa raciocinar nem inqui­rir, pois é uma inteligência onisciente e infinita. Se você disser ao seu subconsciente, algumas vezes chamado mente subjetiva (que está sujeita à mente consciente): “Acorde-me às 6 da manhã”, você sabe que acordará exatamente na hora especifi­cada. Nunca falha.

Devemos compreender que aqui reside uma fonte de poder que é onipotente. Muitas boas pessoas têm idéias errôneas sobre o dom da intuição. Muitas acreditam que há um evento extraordinário, experimentado apenas por pessoas alta­mente espirituais. Não é assim. Qualquer comerciante ou dona de casa pode receber uma resposta recorrendo a inteligência infinita da sua mente subconsciente, e a orientação pode ser recebida para qualquer problema.


Se você quer uma resposta, tente a seguinte técnica: feche os olhos, fique imóvel e pense no poder e sabedoria infinitos que existem dentro de você. Isso gerará uma disposição de paz, poder e confiança. Depois fale do seguinte modo à Inteligência Criadora que existe dentro de você, a única que sabe a resposta: “A Inteligência Criadora que há dentro de mim sabe todas as coisas e dá-me a nova idéia necessária para esta situação”. Imagine que a idéia vem subindo de suas profundezas subliminares e que está fluindo através da sua mente consciente. Você não deve fazer de conta; deve crer realmente. Aceite-a e depois abandone-a. Esta última parte é a mais importante e é o segredo de todo o processo.

Após um período de inatividade, entre em ação; faça alguma coisa; preocupe-se com assuntos de rotina. Sobretudo não fique parado esperando a resposta. Ela virá quando você não estiver pensando e no momento que menos esperar. A voz interior da intuição fala com um lampejo; é espontânea e vem sem se anunciar.

A intuição, palavra que significa ensinado de dentro, sabe a resposta. Você deve compreender que a inteligência criadora ou infinita que criou o cosmos e todas as coisas nele contidas não tem problemas; se os tivesse, quem os resolveria? Além disso, quando você procurar uma resposta, tenha consciência de que só a suprema inteligência que está nas profundezas sub­jetivas de você a sabe. A subitaneidade com que a solução vem algumas vezes é espantosa. Você só está transcendendo o seu raciocínio objetivo no sentido de transferi-lo para um guia mais alto. Depois que receber uma intuição, use a razão para executá-la.


Duas Razões Pelas Quais Você Pode Não Reconhecer os Seus Palpites

Essas razões são a tensão e a não identificação de seus palpites. Se você estiver de humor negativo, melancólico e hostil, a intuição será impossível. O fato é que só a direção negativa prevalecerá. Se estiver de humor feliz, confiante, alegre, reco­nhecerá os lampejos de intuição que tiver. Além disso, sentir-se-á sob compulsão subjetiva para executá-los. É por conseguinte necessário ficar quieto e repousado quando procurar orientação, pois nada poderá ser realizado pela tensão, o medo, a apreensão.

Quem não passou já pela experiência de não conseguir lembrar um nome e, depois de abandonar a busca, o nome lhe ocorrer durante o repouso?

O cultivo da faculdade da intuição é de grande significação para todas as pessoas, homens ou mulheres. A intuição dá-nos instantaneamente o que o intelecto ou a mente racional só po­deria realizar após semanas ou meses de incertíssimos tateios. Quando as nossas faculdades de raciocínio nos falham em nossas perplexidades, a faculdade da intuição canta a canção silenciosa do triunfo.

A mente consciente é racional, analítica e inquisitiva; a faculdade subjetiva da intuição é espontânea. Aparece como um farol ao intelecto consciente. Muitas vezes fala sob a forma de um aviso contra uma viagem projetada ou um plano de ação. Devemos ouvi-la e aprender a atender à voz da sabedoria. Ela não nos fala sempre que o desejamos, mas apenas quando precisamos dela.

Se você crer e não fingir apenas que crê, essa Inteligência Infinita guiá-lo-á em todos os seus caminhos - em seus pensa­mentos, palavras e atos - e você será levado pela estrada certa. Artistas, poetas, escritores e inventores escutam sua voz da intuição. Em resultado disso, podem assombrar o mundo com. as belezas e esplendores tirados do tesouro de conhecimento que existe dentro deles.

A palavra intuição também significa ouvido interior. A mais antiga definição de revelação significa o que é ouvido. Ouvir não é a única maneira de alimentar a intuição. Algumas vezes ela vem como um pensamento, mas o modo mais comum 6 “ouvir a voz”. Muitas vezes é uma voz tão clara, precisa e pessoal como uma voz pelo rádio. O cientista usa o seu mara­villhoso dom de imaginação controlada, dirigida e disciplinada e, no silêncio, vê a realização. Sua intuição é apropriada para a sua determinada ciência.

A intuição transcende a razão. Empregamos a razão para cumprir os ditames da intuição. Quando recebemos a intuição, muitas vezes descobrimos que é oposta ao que o nosso racio­cínio nos teria dito. Comece a praticar o desenvolvimento da sua intuição e maravilhas acontecerão em sua vida.

Trecho do Livro "A Magia do Poder Extra-Sensorial", Joseph Murphy



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails