terça-feira, 19 de abril de 2011

Vivendo, Amando e Aprendendo - Rosana Braga

Este é o título de um dos livros do meu autor preferido: Leo Buscaglia. Além de o conteúdo ser fantástico, amo este título. Para mim, é o resumo fiel da vida. Ou seja, vivemos para amar, amamos para aprender e aprendemos para viver melhor. E assim por diante, numa sucessão de tentativas, enganos, dores, alegrias, perdas, ganhos e, enfim, evolução!

E o exercício da vida, que tanto nos exige, ainda que seja absolutamente justo, também pode ser melhor praticado se levarmos em conta uma bela frase da Cora Coralina:
Feliz daquele que ensina o que aprende e aprende o que ensina.

[...]Toda semana recebo muitas mensagens de leitores me contanto sobre o quanto meus artigos os tem ajudado nas dificuldades referentes à vida e ao amor.

Mas creio que esses e todos os meus leitores nem imaginam o quanto também tenho crescido, o quanto tenho descoberto sobre mim mesma, sobre os sentimentos e as limitações humanas e, sobretudo, percebido o quanto podemos ser mais e melhores. E numa outra proporção, o quanto nos equivocamos, magoamos as pessoas que mais amamos e cometemos os mais ridículos enganos...

Quem já leu os meus livros sabe que faço psicoterapia há alguns anos e, de vez em quando, minha terapeuta me pergunta: Rosana, você já leu o seu livro?. E então, tenho a certeza de que escrever e praticar são tarefas bem diferentes, embora uma possa ajudar a outra.

Então, hoje, resolvi relacionar os meus mais importantes aprendizados, para que possamos trocar nossa sabedoria e compartilhar as nossas dores. Peço a quem tiver vontade que me envie os seus aprendizados também...

- precisamos ouvir mais a voz do nosso coração;
- precisamos respeitar os nossos limites, sem desrespeitar os limites do outro;
- podemos sentir mais felicidade quando conseguimos perdoar os erros do outro;
- atraímos mais as pessoas certas quanto mais nos conhecemos e demonstramos quem somos;
- o amor parece que nos torna mais frágeis e vulneráveis, mas na verdade, nos torna mais fortes e corajosos;
- o fim de um relacionamento não significa, necessariamente, que ele não deu certo;
- nem sempre as pessoas estão prontas para viver o amor, mas isso não impede que elas se preparem, independentemente de idade ou condição social;
- sofrimento não é um castigo, mas uma maravilhosa oportunidade que a vida nos dá de aprendermos algo sobre o qual estávamos resistindo;
- nosso mundo externo é reflexo de nosso mundo interno. Portanto, para conquistarmos o que desejamos, precisamos antes, construir nossos sonhos dentro da gente;
- o amor é um dos caminhos mais difíceis para a nossa evolução, mas é também um dos mais gratificantes e prazerosos;
- não existem regras nem certezas no amor. Podemos apenas nos dedicar para sermos cada dia melhores e mais verdadeiros, a fim de que ele seja eterno enquanto dure...
- a fidelidade, tanto para conosco mesmos quanto para com o outro, é fundamental e deve ser uma escolha que fazemos por nós mesmos e nunca pelo outro;
- retribuir é nobre, mas vingar-se é ferir a si mesmo;
- e, enfim, que todos nós nos arrisquemos no amor, ao invés de nos fecharmos numa ilusória segurança, perdendo a preciosa oportunidade de sermos felizes!

Rosana Bragahttp://www.rosanabraga.com.br/
Reconhecida como uma das maiores especialistas em relacionamentos interpessoais do país, pesquisadora da área há mais de 10 anos, Rosana Braga é conferencista, escritora, jornalista e consultora em relacionamentos. Autora de 5 livros e DVDs de Treinamento, tais como ‘O Poder da Gentileza’, ‘Faça o Amor Valer a Pena’, 'Inteligência Afetiva – 2 volumes', entre outros.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails