terça-feira, 3 de maio de 2011

O Grande e Mágico Poder do Sorriso - Elisângela Machado de Freitas

Alguns pensam no poder pessoal como uma força que emana de alguém e possibilita que o outro alcance a sua excelência individual. Mas o poder pessoal não nasce dentro das pessoas, ele é uma força criada entre elas. Um relacionamento desenvolvido entre duas ou mais pessoas é que tem o poder da influência. O relacionamento entre cônjuges, pais e filhos, amigos, escritor e leitor, professor e aluno, ou qualquer outra relação em que nasça a afetividade, o poder pessoal surge. Portanto, o verdadeiro poder pessoal nunca é sobre as pessoas, mas com elas.

Um exemplo disso é o conto “O Sorriso”, de Antoine Saint-Exupéry (cuja obra mais conhecida é “O Pequeno Príncipe”). O escritor foi piloto combatente que lutou contra os nazistas e foi morto em ação. Mas antes disso, ele lutou também contra os fascistas na guerra civil espanhola e escreveu a seguinte história baseada nessa experiência:

Um soldado foi capturado e jogado em uma prisão. Foi tratado com hostilidade pelos carcereiros que o executariam no dia seguinte. Mas em certo momento, bastante tenso, remexeu os bolsos para ver se encontrava algum cigarro. Através das grades, olhou para o carcereiro e falou em voz alta: “tem fogo, por favor?”.

O carcereiro chegou perto da grade para acender o cigarro. Ao se aproximar, seus olhares se encontraram e o prisioneiro, de tão tenso que estava, sorriu... Apenas sorriu. Naquele instante, o sorriso ultrapassou as grades e provocou outro sorriso no carcereiro que, então, resolveu perguntar: “você tem filhos?”.

O prisioneiro pegou sua carteira e, nervosamente, mostrou as fotos da sua família. O carcereiro também mostrou a dos seus filhos e começou a falar dos seus planos para eles. O prisioneiro, por sua vez, disse-lhe que nunca mais iria rever a sua família.

De repente, sem nada mais a dizer, o carcereiro destrancou a cela e o conduziu para fora da prisão. Levou-o até os limites da cidade e o soltou. E o sorriso salvou a vida daquele homem...

Muitas vezes, nos protegemos sob a nossa dignidade, nossos títulos, nossos diplomas, nosso status, e isso nos afasta dos outros, até mesmo nos isola e, claro, não revela o nosso verdadeiro valor e poder pessoal. O que realmente nos aproxima de outra pessoa e exerce influência real é o contato autêntico de simples expressões de nossas mais belas emoções.

Motive-se!

Elisângela Machado de Freitas: editora-executiva do site Motiva Online - www.motivaonline.com.br



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails