quarta-feira, 27 de julho de 2011

Promovendo o amor e a compreensão nos relacionamentos - Trecho do Livro "A Divina Sabedoria dos Mestres", Brian Weiss

"Nunca fale quando estiver com raiva. As palavras têm um efeito duradouro e muito poder, não é fácil esquecê-las... Fazer aquilo que promove a compreensão e a cooperação é a verdadeira vitória.... Apegar-se à raiva envenena o relacionamento. Continue a amar, mesmo que o outro esteja zangado, magoado ou amedrontado. O amor é permanente, a raiva é transitória.

Todos podemos aprender a abreviar nossos períodos de raiva e levá-los a uma rápida solução. A raiva acaba sempre por dissipar-se. Por que então deter-se no sofrimento desnecessariamente? Tente esta técnica em seus relacionamentos.
.
Perdoe o passado. Aprenda com ele e desapegue-se dele. As pessoas estão em constante crescimento e mudança. Por isso, você não deve fixar-se em uma imagem antiga, limitada e negativa de uma pessoa. Veja como ela é agora O seu relacionamento está sempre vivo, sempre mudando.
.
Invista seu amor na outra pessoa agora, no presente. Não se arrependa, não lamente por erros passados. O passado.... passou... Nunca é tarde demais para expressar o seu amor e a sua compaixão.
.
Tente visualizar o seguinte: veja a barreira que separa você de seus seres queridos se desfazer, preenchendo-se o espaço com uma energia repleta de beleza. Nâo somos blocos de gelo flutuando isolados, mas sim a água que os conecta. Veja e sinta essa conexão. Mande a sua luz e o seu amor para os outros. De alguma maneira, eles o receberão. Estamos sempre mutuamente conectados.
.
Ajude o outro a eliminar o medo. O que você fizer a partir do amor, a partir do seu coração, retornará a você dez vezes multiplicado.
.
O amor é eterno. O amor não acaba quando a relação termina. O amor não acaba nem mesmo com a morte física.
.
O amor em si permanece, mesmo se o ser amado morreu. Visualize essa pessoa e envie para ela pensamentos e comunicações positivas. Seu relacionamento está vivo e as transformações podem continuar ocorrendo".

Trecho do Livro "A Divina Sabedoria dos Mestres", Brian Weiss



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails