quinta-feira, 17 de maio de 2012

Deus está aqui agora - Osho

Swami Ramtirtha costumava contar uma linda história...

"Existiu uma vez um homem, ateu convicto, que vivia falando contra Deus. Ele havia escrito numa parede de sua sala de estar, em letras grandes e douradas: 'God is nowhere [Deus não está em lugar nenhum].

Pois bem, ele teve um filho. Certa vez estava brincando com a criança que, nessa ocasião, estava aprendendo a ler.

Como não era capaz de ler a longa palavra nowhere [lugar nenhum], a criança dividiu-a em duas. Ela leu a frase: 'God is now-here' [now here: agora aqui, ou aqui agora]. 'Nowhere' era uma palavra grande demais; a criança dividiu-a em 'now-here': 'aqui-agora'..."

Deve ter sido um momento raro para o ateu. Na verdade, quando você brinca com uma criança, esquece a seriedade, esquece as ideologias, esquece a religião, esquece a filosofia, esquece a teologia.

Quando você brinca com uma criança, entra num estado semelhante ao da meditação; por isso brincar com crianças é algo de grande valor. Quando brinca com uma criança, por alguns instantes você se torna criança também. E lembre-se das palavras de Jesus: "Se você não for como as criancinhas, não entrará no reino de Deus".

"...Naquele momento, alguma coisa aconteceu. A criança disse em inglês: 'Deus está aqui agora', e o pai foi pego de surpresa..."

Quando ouviu a frase, estava de bom humor, de ânimo alegre com a criança. E não se pode argumentar com uma criança, dizendo: "Deus não existe".

"...E como ele estava brincalhão, calmo, desfrutando o momento, a frase da criança se tornou algo de tremenda importância, algo muito significativo, como se Deus tivesse falado por meio dela. O homem olhou para a parede pela primeira vez.

Toda a sua vida ele tinha visto aquela frase e nunca tinha lido: 'Deus está aqui agora', mas sim: 'Deus não está em lugar algum'. Nunca concebera que 'lugar algum' se converteria em 'aqui agora'; que 'lugar algum' consiste em 'aqui agora'.

Ele se transformou. Tornou-se quase um satori. Não era mais ateu. As pessoas ficavam perplexas. Não podiam acreditar no que tinha acontecido, porque ele sempre fora tão taxativo, apresentando tantas provas contra Deus. O que teria acontecido?

Quando lhe perguntavam, ele sacudia os ombros e respondia: 'Entendo por que todo mundo está tão intrigado. Também eu estou. Pergunte a esse menino – ele fez alguma coisa. Ao ouvir a frase do menino, alguma coisa mudou em mim.

E não sou apenas uma pessoa diferente, no sentido lógico. Estou diferente, no sentido existencial. Desde então, tenho visto Deus aqui e agora: no vento que sopra entre as árvores, na chuva caindo no telhado, ouço os passos dele, ouço sua canção.

Os pássaros cantam, e eu me lembro de Deus aqui e agora. O sol nasce, e eu me lembro de Deus aqui e agora. Agora não é mais uma questão de argumentação; tornou-se parte de minha experiência'."

Osho, em "Filhos do Universo: Reflexões Sobre Desiderata"



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails