quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Eu Vejo Anjos - Paulo Roberto Gaefke

Sim, eu vejo anjos todos os dias.
Uns com asas enormes que abraçam uma multidão.
Outros, com asas quase invisíveis, que abraçam o irmão.

Ontem mesmo, vi um par de anjos entrando no orfanato,
onde Ricardinho, um mulatinho de 4 anos, que sempre ficou para trás na adoção,
saiu de mãos dadas com a Geni e o Pedro para um novo lar.
Sorria como nunca eu tinha visto...
e ele me jurou, que seus novos pais tinham asas...

Eu vi mais anjos na manhã fria de Natal,
quando muitos ainda dormiam na ressaca de tantas bebidas...
Esses doavam sangue no Hospital mais carente da cidade.
Eu juro, suas asas estavam abertas e prontas para voar.

Eu vejo anjos todos os dias...
Uns levantam cedo e trabalham duro, sem tempo para voar.
Outros, viram a noite em plantões de hospitais,
em casa de enfêrmos, em presídios abandonados.
São professores, médicos, faxineiros, doutores...
Gente que não desiste do bem, ainda que falem tão mal.

Hoje mesmo, no caminho de casa,
vi uma senhora chorando ao lado de uma ninhada de gatos abandonados,
recém nascidos largados a própria sorte.
Ela abraçou um a um, e como anjo, levou-os para a sua casa,
e ligou para muitas pessoas, até arrumar um lar para cada gatinho.

Muitos esperam pelos anjos com asas douradas.
Esperam pelos salvadores da pátria.
Querem pagar pelo milagre, uma toalhinha santa, uma fogueira de bençãos...
Esperam por alguém que venha fazer o que eles sequer tentaram.

Enquanto não chegam esses anjos que nunca virão,
vão abandonando gatos pelas ruas,
deixando os meninos nos orfanatos,
deixando de doar o sangue por pura preguiça,
deixando de pegar na parte da cruz que o Cristo carrega até hoje,
porque o comodismo é a arma daqueles que se entregaram a reclamação,
dos que falam de Deus da boca pra fora,
os vazios de coração.

Eu vejo anjos todos os dias, e espero de coração,
que um deles tenha sido você.
Que suas asas aparadas pelo amor e pela simplicidade,
te ergam além do mundo e a sua mediocridade,
e te mostrem realmente, o que é a felicidade.
Eu vejo anjos em você.

(Paulo Roberto Gaefke)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails