terça-feira, 14 de maio de 2013

A confusão é uma bênção - Elisabeth Cavalcante

A grande maioria de nós foi ensinada, desde muito cedo, a ter certezas na vida. Elas são consideradas um sinal inequívoco de que você está vivendo em total consonância com a assim chamada normalidade.

Por isso, aqueles que em algum momento se sentem totalmente perdidos, aqueles para os quais as certezas se tornaram repentinamente inaceitáveis, são logo rotulados como loucos, pois já não podem viver adaptados às regras que lhe foram impostas pelo mundo.

Quando se trata do crescimento interior, no entanto, as certezas não têm qualquer valor, elas apenas significam que você não está se permitindo experimentar, arriscar, ousar. E que está evitando a verdadeira aventura em que consiste o viver.

Quando se apega ao que é conhecido, rotineiro e seguro, perde a oportunidade de descobrir dentro de si, o poder infinito da criação, que lhe permite gerar novas possibilidades a cada circunstância da vida.

A confusão é bem-vinda, pois, enquanto permanece perdido, em dúvida, indeciso, ainda há uma chance de que você faça a escolha pelo novo caminho. Este é um desafio que cada um, individualmente, precisa enfrentar em algum momento.

E ninguém a não ser ele mesmo, pode fazer essa escolha. Mas, nunca é demais lembrar que, aquilo que é aparentemente seguro e confiável, pode se mostrar também um caminho de morte em vida, onde a chama da descoberta jamais estará presente.

Conhecer a si mesmo pressupõe, a cada momento, permitir-se descobrir até onde você é capaz de ir, onde se encontram os seus limites e qual a coragem que você tem para ir além deles.

Quanto maior a dúvida que existir em relação a isto, maior será o estímulo para que você possa se entregar ao desafio e seguir em frente nesta descoberta. O fundamental é saber que o risco, neste caso, sempre vale a pena.

...A confusão é uma grande oportunidade. O problema com as pessoas que não são confusas é grande - elas pensam que sabem, e elas não sabem.

As pessoas que acreditam que têm clareza estão realmente em grande dificuldade, a sua clareza é muito superficial. Na verdade, elas não sabem nada de clareza, o que elas chamam de clareza é apenas estupidez. Idiotas são muito, muito claros ...claros no sentido de que eles não têm a inteligência para sentir confusão. Para sentir a confusão precisa de grande inteligência.

Só os inteligentes sentem confusão, ao contrário, os medíocres seguem movendo-se na vida, sorrindo, rindo, acumulando dinheiro, lutando por mais poder e fama. Se você os vir, você vai sentir um pouco de inveja, pois eles parecem tão confiantes, eles até parecem felizes.

...E você está de pé ali, confuso sobre o que fazer, o que não fazer, o que é certo, o que é errado. Mas isso sempre foi assim: o medíocre é certo. É somente para o mais inteligente sentir confusão, caos.

A confusão é uma grande oportunidade... Ela simplesmente diz que através da mente não há nenhuma maneira. Se você está realmente confuso, você é abençoado. Agora alguma coisa é possível, algo imensamente valioso: você está na borda. Se você está totalmente confuso, isso significa que a mente falhou; agora a mente já não pode fornecer nenhuma certeza para você.

...E isso é a melhor coisa que pode acontecer a qualquer homem na vida, a maior bênção - porque uma vez que você vir que a mente é a confusão e não há maneira de sair através da mente, quanto tempo você pode seguir no apego à mente?

...É o momento mais bonito na vida de alguém quando não há nem confusão nem certeza. Alguém simplesmente é, um espelho que reflete o que é, sem nenhuma direção para ir a qualquer lugar, sem nenhuma ideia de fazer algo, sem futuro... apenas totalmente no momento, tremendamente no momento.
...E o momento se torna extremamente significativo. Ele tem profundidade, tem altura, tem mistério, tem intensidade, tem fogo, tem imediatismo; ele prende você, possui você, ele lhe transforma.

...Lao Tzu diz: "Eu posso ser o único homem de mente confusa no mundo. Todo mundo parece estar tão certo, menos eu. "Ele está correto, ele tem tal tremenda inteligência que ele não pode estar certo sobre qualquer coisa.

Eu não posso prometer certeza se você descartar a mente. Eu posso prometer-lhe apenas uma coisa, que você será claro. Haverá clareza, transparência, você será capaz de ver as coisas como elas são. Você não será nem confuso nem certo. Certeza e confusão são os dois lados da mesma moeda.

...Sempre que há uma crise de identidade, sempre que as pessoas não sabem quem são, sempre que o passado perde seu poder, sempre que as pessoas são arrancadas do tradicional, sempre que o passado não mais parece relevante, esta crise surge, uma grande crise de identidade - Quem somos nós? E o que é que vamos fazer?

...Esta maldição pode se tornar uma grande abertura para o desconhecido se você tiver sorte o suficiente para estar nas imediações de um Buda. Se você tiver sorte o suficiente para estar no amor com um Buda, a sua vida pode ser transformada.

Pessoas que ainda estão enraizadas na tradição, e que pensam que sabem o que é certo e o que é errado, nunca chegarão a um Buda. Elas vão continuar a viver a sua vida - a vida de rotina, maçante, a vida morta. Elas irão seguir no cumprimento de seus deveres como seus antepassados costumavam fazer.

...Mas quando você vem a um Buda e você começa a se mover em direção ao desconhecido, não há nenhuma estrada, nenhum caminho trilhado. Você tem que fazer seu próprio caminho andando, o caminho não será encontrado já feito.

...Eu posso lhe dar estímulo para seguir por conta própria, eu posso desencadear um processo de inquérito em você, mas eu não vou lhe dar um sistema de pensamento, eu não lhe darei qualquer certeza.

...Só posso prometer-lhe uma grande aventura, arriscada, perigosa, sem promessa de que irá alcançá-lo - porque o desconhecido não pode ser garantido.

..se você veio a mim para ir para a derradeira aventura em busca de Deus, se você veio a mim para ousar, para aceitar o desafio do mar desconhecido, as ondas rugindo, sem a possibilidade de ver a outra margem, então, você veio para a pessoa certa. Então, muito é possível.

Eu só digo "possível" - Eu não posso dizer que é absolutamente certo. É sempre uma possibilidade, você pode ser capaz de fazer isso, você pode não ser capaz de fazer isso, não há nenhuma garantia. Ele não é uma mercadoria que pode ser garantida, é uma aposta.

E se você está pronto para jogar, entre neste Buddhafield. Não há necessidade de esperar mais - você já esperou o bastante, por muitas e muitas vidas".

OSHO - O Livro da Sabedoria

Elisabeth Cavalcante
E-mail: elisabeth.cavalcante@gmail.com



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails