quinta-feira, 13 de junho de 2013

Ser Verdadeiro - Elisabeth Cavalcante

A única maneira de criar uma vida autêntica é sendo totalmente verdadeiro. E ser verdadeiro constitui um dos maiores desafios da vida. Por que exige de nós uma atenção permanente para com nossos sentimentos.

Só podemos ser verdadeiros se a nossa autoconfiança e o amor que nutrimos por nós forem suficientemente fortes para nos dar a segurança necessária à afirmação de nossa identidade diante do mundo.

Quando isto não acontece, tornamo-nos presas fáceis do medo e da insegurança, buscando no seguimento de modelos pré-estabelecidos, a confiança que nos falta interiormente.

Ir, aos poucos, desenvolvendo uma certeza acerca de nossa própria verdade, torna-nos cada vez mais seguros para fazer tudo o que nosso sentimento determina, sem medo de errar.

A verdade é o que alimenta a autenticidade, e ela surge a partir de experiências interiores e, por isso, não segue nenhuma lei externa. Mas, se quando nos tornarmos mais conscientes deste processo, formos capazes de compartilhá-lo com nossos semelhantes, estaremos colaborando para que mais e mais pessoas se tornem despertas.

Nada pode ser mais nocivo para o ser humano que seguir modelos de comportamento impostos pela sociedade. Não admira que tenhamos tanta insanidade predominando hoje no mundo.

Viver de maneira saudável e autêntica pressupõe deixar o medo de lado e arriscar-se a cada momento, seguindo o próprio coração e deixando que ele o conduza.

Assim, mais e mais situações surgirão em que teremos de encontrar soluções imediatas, baseadas unicamente em nossa intuição, sem recorrer a fórmulas prontas e desgastadas.

Quanto mais nos deixarmos levar por esta nova forma de agir, mais prontamente seremos invadidos por uma sensação de segurança interior, que só fará crescer e se ampliar.

"Permaneça disponível para o momento
...Apenas permaneça vivo e espontâneo e cheio de sentimento. Onde quer que seu girassol diga que o sol está, siga a sensação daquela forma. E nunca ouça qualquer outra consideração.

Esta é a coragem... e esta é a autenticidade. A autenticidade é um dos maiores valores na vida. Nada pode ser comparado a ela.
...A autenticidade é um verbo. Não é algo esperando por você. Você tem que ser autêntico, só então ela está lá. Você não pode descobri-la. Você tem que criá-la continuamente sendo verdadeiro. É um processo dinâmico.

Deixe isso penetrar tão profundamente em você quanto possível: que tudo o que é belo na vida é um verbo, não é um substantivo. Verdade, para ser verdadeiro a respeito, é um verbo, não é um substantivo. A linguagem é falaciosa. O amor não é um substantivo, é um verbo. O amor está no amor. É um processo.

Quando você ama, só então o amor está lá. Quando você não ama, ele desapareceu. Existe precisamente quando é dinâmico. A confiança é um verbo e não um substantivo. Quando você confia, ela está lá. Confiança significa confiança e amor significa amar. Verdade significa ser verdadeiro.

E o critério está dentro de você - e não na Bíblia, e não no Corão, não no Gita. O critério é o seu sentimento, o sentimento existencial. Então, o que quer que o sentimento diga, você se move com ele. Às vezes lhe dá uma grande insegurança. Diga ok a isso. Às vezes, leva você para uma dor profunda, diga ok a isso. Confie que onde quer que esteja lhe levando, deve ser significativo e importante para o seu crescimento.

O pensamento é muito astuto, cru, inteligente, calculista. Claro que dá ideias mais confortáveis, mais convenientes. Ele sempre considera tudo o mais, exceto o sentimento. Mas ele está morto.

Então vá lá, e seja apenas, sem idéias. Se você sentir vontade de ficar lá e ajudá-los, ajude-os. Se você sentir vontade de ir para o norte, vá para o norte. Ou pode haver uma terceira alternativa - quem sabe? Tudo o que podemos ver é muito pequeno comparado ao que realmente acontece. Ninguém sabe. A vida é imprevisível.

Permaneça disponível para o momento. Nunca decida de antemão, de modo que você nunca vai se sentir culpado. Nunca decida de antemão, e você nunca vai se sentir confuso. Nunca decida de antemão e você nunca vai sentir qualquer conflito dentro de você. Então, tudo o que você fizer, faça-o totalmente, o seu ato torna-se total. E quando um ato é total, é bonito. Quando um ato é total, dá-lhe a paz, silêncio, harmonia. Então, basta ser completamente livre de qualquer plano e ver o que acontece".

OSHO - Amados do Meu Coração.


Elisabeth Cavalcante
Email: elisabeth.cavalcante@gmail.com



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails